Passa à Macedônia e ajuda-nos

Resultado de imagem para cristao

Existe um relato no livro de Atos dos Apóstolos impressionante, não só pelo significado do momento em que ocorreu, mas pelo seu alcance e ensino para os nossos dias. A súplica de um homem representando a sede de salvação e os anseios de liberdade espiritual de um país europeu: “Passa à Macedônia e ajuda-nos! ”

O clamor daquele homem representava a busca desesperada pela vida eterna, que só é obtida através do conhecimento do evangelho e da glória de Deus por meio de Cristo Jesus, a esperança das nações. A falta de sensibilidade espiritual hoje representa sério risco de inversão de valores na Igreja do Senhor, onde se prioriza o material em detrimento do espiritual, fazendo crescer uma geração de crentes indiferentes e insensíveis ao clamor do mundo.

Todo crente sensível a voz do Espírito Santo, pode ter experiência semelhante a essa que o apóstolo Paulo vivenciou, ele não somente era obediente a visão celestial, mas também possuía um profundo sentimento de dívida com aqueles que não conheciam a salvação. Esta visão mudou direção da viagem missionária, também a vida de Lídia, vendedora de púrpura, a primeira aceitar Jesus na Europa.

A Europa está sob forte influência do materialismo e frigidez espiritual profunda, sabemos que em algumas dessas nações a chama pentecostal ardeu intensamente, propiciando ao Espírito Santo espaço para o envio de missionários protestantes nos séculos XVIII e XIX, não existe mais, hoje são campos missionários. O mesmo pedido de socorro da Macedônia ainda hoje é realidade. É preciso reagir positivamente a este chamado urgente, agora é o momento. Só a Espanha possui cinco mil cidades sem o testemunho do evangelho. Turquia antigo reduto cristão, onde estavam situadas as sete igrejas da Ásia, hoje os cristãos representam 0,01% da população, além de enfrentar restrição a sua liberdade religiosa, enquanto isso o islamismo representa 99,0% da população.

O continente africano clama noite e dia por socorro, uma forte influência do Corão livro sagrado dos muçulmanos, tem mantido vários países desse continente sob mordaça, sem liberdade para expressar sua fé. A igreja do Senhor sofre perseguição, destruição de vidas e templos. Servir a Cristo Jesus em alguns países do Norte da África, significa caminhar para o martírio. Mesmo nesse ambiente hostil, a igreja continua sua caminhada pagando um alto preço pela fidelidade ao seu Senhor Jesus Cristo. Seu clamor chega aos nossos ouvidos todos os dias, entretanto continuamos insensíveis as suas lágrimas. Que está acontecendo com a Igreja?

Não devemos e nem podemos ser indiferentes ao clamor dos povos do Oriente Médio, os não alcançados do Sudeste da Ásia, nem aos indígenas e a população ribeirinha do Brasil. Não sejamos desobedientes a visão celestial.

Pr. Anisio do Nascimento

Diretor Executivo

The Betst bookmaker bet365 Review
How to register at bookamkersHere